TÍTULO VERDES: USO DA TERRA E ENERGIAS RENOVÁVEIS SÃO CATEGORIAS MAIS FINANCIADAS NO BRASIL, DIZ ESTUDO

São Paulo, 29/06/2021 – Os títulos verdes, utilizados para financiar projetos, ativos e atividades de agricultura sustentável no Brasil, respondem por 84% do mercado de dívida sustentável brasileira, com um total acumulado de US$ 9 bilhões, emitidos até fevereiro de 2021. Em seguida, estão os títulos sustentáveis com US$ 1,6 bilhão, representando 15% do volume total. E, por último, os títulos sociais com US$ 111 milhões equivalente a 1% do mercado. A avaliação faz parte do relatório Análise do Mercado de Financiamento Sustentável da Agricultura no Brasil, da Climate Bonds Initiative, divulgado hoje. (Leia aqui).

Segundo o relatório, energias renováveis e uso da terra continuam sendo as duas categorias mais financiadas no Brasil, com 45% e 27%, respectivamente, do volume de emissões verdes. Os temas abrangidos pela categoria de ‘Uso da Terra’ do Climate Bonds Standard, que viram emissões nos últimos anos no Brasil, são o Florestal, de Bioenergia, Agricultura, Pecuária, Indústria de Alimentos e Instituições Financeiras.

O documento mostra, ainda, que desde 2015 empresas do setor de agricultura emitiram US$ 4,4 bilhões em títulos verdes. Se considerarmos o rótulo sustentável, esse valor aumenta para US$ 5,1 bilhões. Indo além dos rótulos de destinação de recursos, os vinculados à sustentabilidade e de transição, temos mais US$ 4 bilhões emitidos por empresas ligadas ao agronegócio (agricultura, florestas e bioenergia).

Destaque no estudo, empresas de agricultura emitiram cinco títulos verdes, totalizando US$ 848 milhões. De acordo com o plano de investimentos “Destravando o Potencial de Investimentos Verdes para Agricultura no Brasil”, lançado em setembro de 2020, o potencial de investimento para a Agricultura no Brasil atinge US$ 163 bilhões (R$ 692 bilhões de reais) até 2030.

Leisa Souza, Head na América Latina da Climate Bonds Initiative, disse em comunicado que “o mercado brasileiro de títulos sustentáveis tem expandido consideravelmente nos últimos anos e acreditamos que o setor de Agricultura tem um enorme potencial para posicionar o Brasil como líder em emissões rotuladas. Sabemos que o País tem escala para suprir a crescente demanda de investidores nacionais e internacionais. Também estamos trabalhando no desenvolvimento de um Framework de Transição para agricultura e a pecuária. Ao definir uma rota de transição, o Brasil pode expandir ainda mais seu pipeline de projetos relacionados à agricultura.”

Fonte: Broadcast | Agro

Publicado em: 30/06/2021

Facebook Comments

Newsletter

Cadastre-se para receber nossa newsletter e fique a par das principais novidades sobre a legislação ambiental aplicada aos diversos setores da economia.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?